Aguarde, carregando página
imagem de fundo destaque site Estratégias Resilientes

ESTRATÉGIAS RESILIENTES

Um plano de adaptação às variações climáticas na gestão de recursos hídricos para o abastecimento da região metropolitana de São Paulo

Como empresa de saneamento básico, a Sabesp concentra suas energias em ações que melhoram o abastecimento de água, a coleta e o tratamento de esgoto – tripé essencial da atividade primeira da companhia. Nesta publicação, destacam-se o estado da arte sobre conceitos de gerenciamento e os olhares dos tomadores de decisão sobre os recursos hídricos. É a partir dela que o restante da cadeia de saneamento se desenvolve.

O planeta faz um alerta

Entenda os riscos globais associados à água, os elementos que compõem a segurança hídrica e a importância de um plano de adaptação às mudanças climáticas para o abastecimento de grandes centros urbanos.

download do capítulo

Incêndio em Paradise - Califórnia

Vista aérea do incêndio de grandes proporções que destruiu a cidade de Paradise, na Califórnia (EUA), em 2018.

Devastação causada por ciclones tropicais em Moçambique e no Zimbábue, em 2019.

Devastação causada por ciclones tropicais em Moçambique e no Zimbábue, em 2019.

Acqua alta em Veneza, fenômeno que, em 2019, causou a maior enchente já registrada na história da cidade italiana.

Acqua alta em Veneza, fenômeno que, em 2019, causou a maior enchente já registrada na história da cidade italiana.

Incêndio em Paradise - Califórnia

O uso do solo é um fator que também influencia as mudanças climáticas: plantações irrigadas e florestas convertidas em pastagens diminuem o volume de água que corre para os rios.

O que é segurança hídrica

Capacidade de uma população de ter o acesso sustentável a quantidades de água para manter o bem-estar humano e o desenvolvimento socioeconômico, proteger contra desastres ambientais e preservar os ecossistemas.

Registros vitais nas nascentes

A qualidade e a quantidade de água nos mananciais dependem de diversos fatores. Confira quais são e como se relacionam para as análises sobre o volume disponível em diferentes cenários projetados.

download do capítulo

A capital paulista é um clássico exemplo de ilha de calor, com temperaturas mais elevadas na região central e mais baixas em áreas bem arborizadas e afastadas. A formação dessas ilhas de calor prejudica consideravelmente as análises para o abastecimento de água e dificulta ainda mais as tomadas de decisão.

Gráfico: Registro vitais nas nascentes

Evolução da rede telemétrica da Sabesp na RMSP, de 2004 a 2019

Água para todos

Garantir o abastecimento de toda a RMSP é um desafio e tanto. Esse processo parte de uma premissa básica: disponibilidade hídrica. Veja como e por que os volumes variam nos sistemas produtores.

download do capítulo

Água para todos

Sistema Integrado Metropolitano (SIM) e suas respectivas vazões outorgadas

98% é a garantia atual de abastecimento de água para a RMSP. No passado, adotava-se o nível de 95%

201 m3/hab./ano é a disponibilidade hídrica na RMSP, enquanto o potencial do Brasil está entre 10 mil e 100 mil m3/hab./ano.

Por uma convervência de interesses - Foto Destaque

Por uma convervência de interesses

Confira como, na gestão de recursos hídricos da RMSP, agentes de diversas instâncias se organizam para administrar conflitos, priorizar usos e atender às necessidades da população de forma sustentável.

As múltiplas interfaces da gestão de recursos hídricos

Recursos Hídricos Recursos Hídricos

Foco em resiliência hídrica

As estratégias da sabesp para a gestão de oferta e de demanda na RMSP estão atentas às questões ambientais. Conheça as ações planejadas e executadas por ela, sempre com uma abordagem de governança adaptativa.

O que norteia o plano de adaptação

Análise de vulnerabilidades

Realizada a partir de ações estruturais e não estruturais dos sistemas hídricos, considerando mudanças e variações climáticas.

Gestão de oferta

Acontece por meio do aumento da capacidade de armazenar água, da ampliação de transposições de bacias e da adoção de fontes alternativas. Complementam ações como otimização dos sistemas de operação.

Informação de previsão climática

Representa um aprimoramento dos modelos de previsão climática que alimentará a modelagem hidrológica, a fim de avaliar os impactos nos sistemas ou na economia em geral.

Flexibilidade dos sistemas hídricos

Significa a capacidade de adaptação alcançada por meio das ações estruturais e não estruturais, além de fornecer água tratada por mais de uma fonte ou sistema.

Participação

Trata-se do entendimento da alocação e do uso da água de forma ampla, com todos os elementos inter-relacionados, a fim de construir soluções socialmente justas e tecnicamente sustentáveis.

Alocação negociada

Em situações críticas, com ocorrência de eventos hidrológicos extremos, propõe-se encontros das partes interessadas, envolvendo gestores de recursos hídricos, usuários, Comitês de Bacias e especialistas.

Planos de contingência

Elaboração associada ao planejamento de longo prazo e frequentemente atualizada. Esses planos orientam futuros momentos com eventos extremos, a fim de mitigá-los.

Gestão da demanda e alinhamento institucional

São instrumentos essenciais para assegurar a resiliência do sistema. Algumas das medidas contemplam cadastro de usuários, mapeamento dos maiores consumidores por bacia, política tarifária, entre outros.

Seis principais desafios impostos por variabilidade e mudança climáticas:

  • • Riscos climáticos desconhecidos
  • • Poluição hídrica
  • • Escassez de água
  • • Água em excesso
  • • Elevação do nível do mar
  • • Preparação para desastres

Obras cinzas e verdes realizadas na última década para ampliar a resiliência dos sistemas produtores da RMSP

Um plano elaborado a muitas mãos

Promovido pela Sabesp, um webinar realizado reuniu mais de 100 especialistas e resultou na consolidação do plano de adaptação às variações climáticas, com muitas das estratégias já em andamento na companhia.

A espinha dorsal do plano de adaptação

A seguir são apresentadas as medidas já em andamento na Sabesp. Clique sobre cada ameaça para conhecê-las. Isso evidenciou como a companhia está bem preparada para enfrentar os impactos. No capítulo completo, também são listadas as medidas adaptativas sugeridas pelos participantes do webinar.

Gestão de oferta

Gestão de demanda

Participação e engajamento

Gestão de conflitos / Gestão de oferta

Gestão de conflitos